Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal

Programa Bolsa Luís Patrão 2024

Turismo de Portugal

27.12.2023

​​​​​​​​​​​​​​​​​​​
Bolsa Luís Patrão é um programa de apoio à formação académica, técnica e executiva de nível superior, vocacionado para jovens em início de carreira profissional, promovido pelo Turismo de Portugal, I.P., em homenagem póstuma ao seu primeiro Presidente do Conselho Diretivo, Luís Patrão.

A Bolsa Luís Patrão tem enquadramento no eixo estratégico “Potenciar o Conhecimento" da Estratégia Turismo 2027, assim como na Agenda das Profissões, mais propriamente na medida 12 “Formação em gestão aplicada ao Turismo" da prioridade “Valorização", a qual prevê dotar os gestores do setor de competências em áreas estratégicas, como sejam o planeamento, a gestão estratégica, a liderança, a inovação e a internacionalização.

Neste contexto, a Bolsa Luís Patrão visa promover a qualificação e capacitação dos recursos humanos das empresas do turismo, maioritariamente formada por microempresas e PME, e a criação de uma rede de jovens profissionais, com percursos formativos de excelência e de elevado potencial e talento, que possam estimular o desenvolvimento de novas ideias e projetos, mais tecnológicos, inclusivos e sustentáveis.

A Bolsa Luís Patrão consubstancia-se na atribuição de bolsas de especialização e pós-graduação, atribuindo a concessão de apoio a jovens com percursos de formação académica e profissional diversos, tirando partido da multidisciplinaridade da atividade para aplicação de novos conhecimentos, competências e saberes, e, juntando o contributo do turismo à preparação dos profissionais que pensam, inovam e lideram o futuro do país.

Para o lançamento da Bolsa Luís Patrão, no ano letivo 2024/2025, são atribuídas 10 bolsas, com uma dotação global de 500.000,00€ (quinhentos mil euros), em áreas criticas para a valorização pessoal e profissional e a competitividade das empresas, com destaque para as competências de gestão, inovação e sustentabilidade, em duas tipologias distintas, a saber:
i. cinco bolsas de formação profissional especializada; e
ii. cinco bolsas de pós-graduação, mestrado ou MBA.​




Bolsas de formação profissional especializada​

Bol​sas de pós-graduação, mestrado ou MBA


ÂMBITO
​Bolsas para a realização de cursos de formação ​profissional especializada, na área do turismo, em Escolas de Ensino Profissional de reconhecido mé​rito internacional.
​Bolsas para a realização de pós-graduações, mestrados ou​ MBA​, nas áreas da gestão, administração, finanças e marketing, em Escolas de Negócios classificadas no ranking Executive Education Financial Times 2023.

PRIORIDADES
Programas de formação presenciais, com dedicação a tempo inteiro.
Programas de formação com duração mínima de 6 meses e máxima de 24 meses​.
Programas de formação presenciais, com dedicação a tempo inteiro.
Programas de formação com duração mínima de 9 meses e máxima de 24 meses​.

PERFIL DO CANDIDATO
Jovens com idade inferior a 30 anos e residentes em Portugal.
Qualificação de nível 4 ou 5 das Escolas Profissionais ou de nível 6 do Ensino Superior, concluída com classificação igual ou superior a 16 valores.
Jovens com idade inferior a 30 anos e residentes em Portugal.
Licenciatura concluída num dos ramos da ciência, com classificação igual ou superior a 16 valores.

CONCESSÃO DE BOLSAS
A bolsa financia despesas elegíveis até ao limite de 40.000€/ bolsa
A bolsa inclui despesas de:
a) Inscrição, matrícula ou propina do estabelecimento de formação;
b) Mensalidade a partir da data de início do programa de formação;
c) Despesas de instalação;
d) Despesas de viagem;
e) Despesas relacionadas com atribuição do grau, acreditação das notas recebidas, e outras despesas administrativas;
f) Seguro de viagem.
A bolsa financia despesas elegíveis até ao limite de 60.000€/ bolsa
A bolsa inclui despesas de:
a) Inscrição, matrícula ou propina do estabelecimento de ensino;
b) Mensalidade a partir da data de início do programa de estudos;
c) Despesas de instalação;
d) Despesas de viagem;
e) Despesas relacionadas com atribuição do grau, acreditação das notas recebidas, e outras despesas administrativas;
f) Seguro de viagem.​

PROCESSO DE SELEÇÃO E AVALIAÇÃO
A seleção e avaliação das candidaturas será efetuada em regime de concurso.
A avaliação das candidaturas é efetuada pelo Turismo de Portugal, I.P. com o apoio de um painel de avaliação externo, composto por individualidades de reconhecido mérito, em particular do meio académico e científico.
A seleção e avaliação das candidaturas será efetuada em regime de concurso.
A avaliação das candidaturas é efectuada pelo Turismo de Portugal, I.P. com o apoio de um painel de avaliação externo, composto por individualidades de reconhecido mérito, em particular do meio académico e científico​.

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
A metodologia de avaliação das candidaturas é feita com base nos seguintes critérios:
1. Desempenho académico (30%): Histórico académico dos candidatos, considerando notas, prémios académicos e relevantes cursos adicionais.
2. Experiência profissional (25%): Experiência profissional dos candidatos no setor do turismo, priorizando papéis de liderança e projetos impactantes.
3. Potencial de liderança (20%): Capacidades de liderança por meio de experiências anteriores, iniciativas lideradas e capacidade de influenciar positivamente.
4. Contribuições para o setor do turismo (15%): os candidatos contribuíram para o avanço do setor do turismo, como projetos inovadores, pesquisas ou envolvimento comunitário.
5. Foco em inovação/sustentabilidade (10%): Destaque a candidatos que demonstram um compromisso com a inovação ou práticas sustentáveis no turismo.
A metodologia de avaliação das candidaturas é feita com base nos seguintes critérios:
1. Desempenho académico (30%): Histórico académico dos candidatos, considerando notas, prémios académicos e relevantes cursos adicionais.
2. Experiência profissional (25%): Experiência profissional dos candidatos no setor do turismo, priorizando papéis de liderança e projetos impactantes.
3. Potencial de liderança (20%): Capacidades de liderança por meio de experiências anteriores, iniciativas lideradas e capacidade de influenciar positivamente.
4. Contribuições para o setor do turismo (15%): os candidatos contribuíram para o avanço do setor do turismo, como projetos inovadores, pesquisas ou envolvimento comunitário.
​5. Foco em inovação/sustentabilidade (10%): Destaque a candidatos que demonstram um compromisso com a inovação ou práticas sustentáveis no turismo.​

ABERTURA DE CONCURSO
Atribuição de cinco bolsas de formação profissional especializada para o ano letivo de 2024/2025.
Abertura de concurso em dezembro ​2023.
Concurso publicitado nas plataformas do Turismo de Portugal, I.P.
Atribuição de cinco bolsas de pós-graduação, mestrado ou MBA para o ano letivo de 2024/2025​.
Abertura de concurso em dezembro 2023.
Concurso publicitado nas plataformas do Turismo de Portugal, I.P.





  • Financiamento
  • Estudo
  • Investigação
  • Formação
  • Turismo
  • Turismo de Portugal
  • 2024
  • social network icon image
  • social network icon image
  • social network icon image
  • social network icon image
  • social network icon image